(21) 2178-2211 ou (21) 3875-6767

Siga-me nas mídias sociais!

logo1

Psicóloga C.R.P: 18558/05

(21) 2178-2211 ou (21) 3875-6767

logo1

Psicóloga C.R.P: 18558/05

Lista de Resoluções para o Futuro

Uma lista de resoluções e promessas é confeccionada com freqüência geralmente no final de cada ano ou quando o ano está começando. O fato é que, nem sempre elas vão adiante:

Parar de fumar, emagrecer, entrar para  a academia, terminar um trabalho inacabado, começar um curso, começar um novo relacionamento, são alguns dos projetos mais freqüentes nesta época do ano. E geralmente estão no topo desta lista.

Especialistas garantem que a passagem de um ano para o outro é o momento ideal para se estipular metas e planejar mudanças, mas é importante não usar este artifício para postergar o início das tarefas. Se faltar muito tempo para chegar o início do ano, o melhor é começar agora.

O fim do ano é um momento em que as pessoas se voltam mais para si, para uma reflexão sobre o que conseguiram concluir e o que não conseguiram, envolvidas com sentimentos de realização. É um momento propício para repensar, fazer um retrospecto de sua vida e estabelecer novas metas, e quem sabe novos objetivos, utilizando estratégias diferentes daquelas que usou em outros projetos que não obteve êxito, e se os alcançou, reforçá-los. É como um fechamento de um ciclo para o começo de um outro.

Para não passar mais um ano sem cumprir suas metas e se frustrar por mais um objetivo não concluído, o primeiro passo é passar suas resoluções para o papel, ou para o computador, registrar seu objetivo de forma prática e objetiva, e o próximo passo é colocar suas anotações em prática.

Já que a maioria das pessoas não traça um plano de ação, muitas de suas metas acabam ficando apenas no pensamento. É importante sonhar, mas não basta desejar. Tem que planejar e partir para a ação.

Elaborar um plano, com seus projetos, metas e estratégias, com o objetivo final de execução e conclusão das atividades propostas, ou se for o caso fazer uma revisão no projeto inicial. Antes de tudo, é preciso descobrir o que se quer de verdade, e saber se realmente há relevância neste desejo, saber priorizar é  valioso. E depois, elaborar estratégias para alcançar este objetivo.

Não adianta ficar sentado esperando que seus desejos se realizem ou caiam do céu. Ação e planejamento são as palavras de ordem.

Então, se você está aí parado, lendo este artigo, o que está esperando?

Mãos à obra!

Em caso de reprodução favor mencionar autor e fonte.

Nazareth Ribeiro
Psicoterapeuta Psicossomaticista Especialista em Clínica e Educação.
Doutora pela ESC Rennes (França)
Mentoria de Carreira.
Professora para os MBAs da FGV (Fundação Getulio Vargas).

Deixe um Comentário