Skip to content

(21) 2178-2211 ou (21) 3875-6767

Siga-me nas mídias sociais!

logo1

Psicóloga C.R.P: 18558/05

(21) 2178-2211 ou (21) 3875-6767

logo1

Psicóloga C.R.P: 18558/05

Escolha Profissional e Felicidade

Escolher é uma tarefa difícil, e se for uma escolha profissional, esta tarefa  pode ser mais dificil ainda.

Escolher algo gera  abrir mão de outras possíveis escolhas. E, dependendo do que está em jogo este processo pode trazer insegurança, medo, confusão, e a reação a este sofrimento pode ser escolher logo para sair do conflito ou se manter na problemática e não saber para que lado ir, não escolhendo profissão alguma.

Diferente de poucos adolescentes privilegiados, a maioria ainda não tem sua escolha profissional definida no momento em que precisa fazer sua inscrição para o vestibular. O leque de opções profissionais está cada vez mais aberto e cada curso possui várias ramificações.

O Ministério da Educação (MEC) tem aproximadamente 570 carreiras catalogadas e o número não para de crescer. Isto torna ainda mais difícil a tarefa de escolher. O adolescente pode não saber o que quer, ou querer tanta coisa que acaba não conseguindo escolher.

Entendendo desta forma, fazer parte de um processo de Análise Vocacional pode ser esclarecedor e determinante para um futuro profissional de felicidade, dedicação e competência.

O Coaching (neste caso o Orientador Profissional) no momento das primeiras escolhas profissionais pode ser o elixir perfeito para a cura de infelicidades futuras”, diz Arthur Diniz.

Porém, é muito importante que a escolha seja resultado de uma decisão pessoal, onde o profissional que vai desenvolver este trabalho tenha apenas um papel de facilitador, esclarecendo, informando, reforçando, respeitando e apoiando a pessoa a fazer sua escolha de forma consciente, responsável, realística e autônoma.

Para isto a pessoa precisa conhecer suas características pessoais e ter o máximo de informação possível sobre as profissões para que possa perceber as nuances de cada profissão em termos realísticos e práticos. Isto facilita a estabelecer um elo entre auto-conhecimento e informação profissional, com o objetivo final que é a escolha profissional, uma escolha personalizada, onde a pessoa se sinta o sujeito deste processo, fazendo uma escolha de dentro para fora.

Não é novidade de que a profissão é uma das mais importantes fontes de realização humana, passa-se a maior parte do dia trabalhando. Sendo assim, a escolha profissional e a direção que se dá a ela é determinante para a conquista da felicidade, tão almejada por todos e alcançada apenas por alguns.

Por isto, não abra mão de sua realização, foque no processo de sua escolha profissional com dedicação e disponibilize um tempo na hora certa para amadurecer esta escolha e não arrisque ficar no futuro a busca de algo que não sabe o que é, com aquela sensação de insatisfação constante.

Em caso de reprodução favor mencionar autor e fonte.

Nazareth Ribeiro
Psicoterapeuta Psicossomaticista Especialista em Clínica e Educação.
Coaching Vocacional e Orientação Profissional.
Coaching TDAH.
Palestrante.

Deixe um Comentário